vaso sanitário e barras de apoio para banheiro para idoos

Banheiro para idosos

Úmido e escorregadio, o banheiro é comumente conhecido como um lugar de acidentes corriqueiros, principalmente entre a terceira idade. Eles não apenas possuem maiores limitações de visão e equilíbrio como, nessa idade, uma queda pode levar mais facilmente a fraturas e outros ferimentos. Portanto algumas adaptações são necessárias para a segura utilização do banheiro nessa faixa etária. Diversos fatores, além do visual do banheiro, devem ser levados em consideração na hora de projetar o ambiente.

Barras de apoio

As barras de apoio são essenciais em banheiros para a terceira idade. Elas devem ser fixadas próximas ao vaso sanitário, pia e área de banho, em uma altura entre 1,10 e 1,30 metros, para que o idoso possa se apoiar para levantar e se movimentar. Se possível, e se o banheiro for bastante amplo, coloque também em paredes vazias que levam a esses pontos do banheiro.

Pia e torneira

Por uma questão de segurança, recomenda-se que a pia seja fixada 10 centímetros acima da altura-padrão (de 85cm). Para a torneira, prefira os modelos com sensor eletrônico ou do tipo alavanca, pois são mais fáceis de manipular do que as peças esféricas.

Box

O box não apenas permite a instalação de barras de apoio como também de banquinhos especiais, dobráveis, que permitem o banho sentado. Considere, também, colocar um chuveirinho, além do chuveiro tradicional. Em alguns casos ele pode facilitar o banho.
É importante que o box não tenha porta de vidro, pois isso facilita a circulação de um cuidador e evita acidentes que envolva cacos.
Evite banheiras, já que elas costumam ter um formato arredondado, dando chance ao desequilíbrio, e são feitas de louça, material bastante escorregadio.

banheiro com barras e acento para idosos

Tapetes


Por mais que ajudem a manter o piso seco, tapetes de banheiro podem acabar provocando acidentes, já que podem dobrar, enrolar e enroscar nos pés da pessoa. O ideal é emborrachar o piso do box, do acesso ao box e em frente à pia.

Iluminação

É necessário que o idoso consiga enxergar bem o banheiro para evitar acidentes. Por isso providencie uma iluminação central bem clara do cômodo com pontos extras de luz sobre a pia e dentro do box. Os revestimentos claros e polidos na parede também auxiliam a expandir a luminosidade no ambiente.

Lembre-se de colocar uma campainha ou um interfone no banheiro para o caso do idoso precisar sinalizar algum problema. Certifique-se de que o dispositivo seja bem acessível e que o idoso saiba operá-lo sem problemas.
Testifique-se também de que a porta do banheiro seja de fácil abertura e permita a passagem com tranquilidade. As maçanetas devem ter o mesmo sistema de fechamento tanto no lado de dentro, quanto no de fora da porta. Trancas, trincos e chaves devem ser retirados.

A aromaterapia para seu banheiro

A aromaterapia é a arte de usar a essência de plantas como terapia, para equilibrar, harmonizar e relaxar o corpo e a mente. O nariz é uma espécie de porta para o cérebro, quando sente um aroma, envia informações para o bulbo-olfatório, que as transmite ao sistema límbico, responsável por emoções e comportamentos. Assim que chega a esse local, o cheiro começa a agir.
Pode ser aplicada em diversos cômodos da casa, e especialmente no banheiro, onde sua utilização pode se dar de diversas formas, como no ar, no banho ou mesmo em toalhas e panos de limpeza.

Essências e seus benefícios

Contra insônia: laranja-doce, manjerona e lavanda.
Calmantes: camomila, jasmim, lavanda, citronela, palmarosa, bergamota, tangerina e pau rosa.
Energizantes: pimenta negra, gengibre, alecrim, café torrado, cardamomo, cravo, canela e hortelã-pimenta.
Afrodisíacos: patchouli, rosa, ylang-ylang, jasmim, gerânio, cardamomo, gengibre e sândalo.
Antidepressivos: gerânio, petitgrain, tangerina, tomilho, bergamota, olíbano, sálvia, esclareia e rosa.
Digestivos: anis-estrelado, funcho-doce, hortelã-pimenta, laranja-doce, menta, limão-siciliano.
Respiratórios: cipestre, eucalipto glóbulos, hortelã pimenta, tea tree e hortelã.

No banho

Depois de escolher o seu óleo essencial, você pode pingar uma gota do óleo em cada parede ou no chão do chuveiro. Assim, com o calor da água do banho, ele vai evaporar e envolver o ambiente com o aroma.
Se você usar a banheira, basta colocar de 6 a 7 gotas em uma colher com álcool de cereais, você também pode usar leite ou mel, e jogar a mistura na água para diluir. Não é indicado pingar o óleo direto na pele, pois ele pode queima-la.

Escalda-pés

Para fazer um escalda-pés você pode pingar de 10 a 15 gotas de essência em uma colher de óleo vegetal e adicionar em um recipiente com água morna, o suficiente para cobrir os pés.

Máscara de argila

Pegue a máscara de argila de sua preferência e pingue uma gota de essência de gerânio em 2 colheres de argila. Ajuda a regenerar a pele e atenuar rugas. Aplique-a no rosto e cubra com uma toalhinha morna para potencializar o efeito. Fique de 10 a 15 minutos e depois enxágue.

No banheiro

Quem não adora aquele cheirinho de limpeza no banheiro?! Os óleos essenciais que proporcionam este cheiro e ainda são bactericidas e fungicidas, limpando o ambiente são: limão, pinho, cipreste, eucalipto, hortelã e tea tree.
Você pode espirra-lo no banheiro como um aromatizador. Para produzi-lo, coloque 30ml de álcool de cereais em um recipiente de spray e pingue de 6 a 7 gotas da sua essência preferida. Depois, basta dar 4 ou 5 borrifadas.
Outra dica é colocar algumas gotas do óleo em uma bola de algodão e inseri-la dentro do rolo de papel higiênico. Ao rolar o papel, o aroma irá espalhar pelo ambiente.
Para limpar o piso e deixá-lo aromatizado, você pode colocar água e um pouco de álcool em um balde e acrescentar gotas dos óleos. Molhe um pano, torça e passe no chão com a ajuda de um rodo. Seu banheiro irá ficar perfumado e livre das bactérias.

Lembre-se de utilizar óleos essenciais puros ao invés dos sintéticos, pois os puros são produtos naturais, extraídos diretamente da planta de sua origem, raramente causam dor de cabeça ou atacam uma rinite alérgica. Já os sintéticos são produzidos apenas para imitar um aroma natural e não possuem nenhum valor terapêutico.