Como decorar meu banheiro gaam gabinetes com plantas

Quais plantas vão se adaptar no meu banheiro?

Além de benefícios a saúde, ter plantas no banheiro traz cor, aroma e um toque especial na decoração. Por tratar-se de um cômodo que normalmente conta com pouca iluminação e alta umidade, escolher as espécies adequadas para esse tipo ambiente é fundamental.

Antes de escolher as plantas para o seu banheiro é necessário analisar o seu espaço: área disponível, luminosidade, ventilação e umidade. Você deve levar em consideração que plantas precisam de ambientes arejados e com iluminação natural (mesmo que minimamente). Portanto, se você não tem uma janela no seu banheiro, é melhor optar por decorações artificiais. Escolha a espécie pelo porte, de acordo com o tamanho do seu banheiro, para não atrapalhar a área de circulação.

Benefícios

As plantas fazem a diferença na decoração e exercem uma influência positiva tanto nos espaços como nas pessoas. Os benefícios de ter plantas no banheiro são vários. Elas melhoram a qualidade do ar, reduzem a umidade, eliminam bactérias e trazem calma. Mas verifique se a espécie que você está interessado não é tóxica, porque muitas parecem inofensivas quando na verdade podem causar riscos à saúde.

Banheiro Pequeno

A escolha das espécies mais indicadas são as de pequeno porte que se adaptam a umidade, à sombra ou meia sombra. É importante conservar as janelas abertas para que haja uma boa circulação de ar dentro do ambiente. O Lírio-da-Paz, Espada-De-São Jorge, Violetas, Kalanchoe e Dinheiro em Penca, são plantas aconselhadas para ambientes pequenos. Essas espécies podem ser cultivadas em pequenos vasos de metal ou cerâmico sobre a bancada da pia, banquinhos ou, por que não, em pendentes. Nos lavabos com bancadas pequenas, dê preferência a pequenos vasinhos com espécies floridas e coloridas. Composições com cactos e suculentas também são bem vindas!

Meu banheiro gaam gabinetes decorado com plantas

Banheiro Amplo

Se o seu banheiro tem um espaço amplo, utilize diversos vasos de tamanhos diferentes e com plantas altas. Nos cômodos maiores é possível agrupar vasos de plantas sem atrapalhar a circulação do ambiente. Os vasos podem ser distribuídos pelo chão, sobre a bancada na janela, em nichos na parede ou próximos ao armário de banheiro. Se você tem uma banheira em casa, considere por folhagens maiores e mais volumosas, como a Costela-de-adão, seu banho vai ganhar ares de Spa.

Banheiro Escuro

As plantas para banheiro escuro ou com pouca luminosidade são as espécies que normalmente vivem sobre a sombra de árvores ou no canto de pedras. As plantas que mais se adaptam a esse espaço são: Drácena Marginata, Clorofito, Lágrimas de Bebê e as Samambaias. Apesar dessas plantas gostarem de ambientes mais escuros, de vez em quando, leve os seus vasos de plantas a locais com iluminação natural e promova uma poda de limpeza e adubação.

Meu banheiro gaam gabinetes com chuveiro a gá ou eletrico

Qual o melhor modelo de chuveiro pra mim?

De manhã, de meio dia ou no final do dia, um bom banho é sempre bem vindo, não é mesmo?
Mas qual é o melhor chuveiro para mim? A gás ou elétrico? Ambos permitem um banho gostoso, mas é preciso levar em conta fatores como, pressão da água, consumo de energia e consumo de gás.

Chuveiros elétricos

Com uma instalação simplificada, ele demanda pouca manutenção e um simples sistema de troca de resistência, no caso dela queimar. Além disso, possui fácil manuseio. A maioria dos chuveiros elétricos tem um consumo médio de pressão de água que varia entre 3 e 6 litros por minuto. Mas sabemos que ele é um dos vilões do gasto energético da casa, cerca de 25% da soma total da conta de luz.
A temperatura pode ser regulada diretamente no chuveiro, geralmente em “fria”, “morna” e “quente”. Porem se faltar energia em sua residência, o chuveiro não irá funcionar.

Chuveiros a gás

O metro cúbico do gás costuma ser mais barato que o kWh (kilowatt/hora) da conta de luz. Porem esse sistema depende da rede de distribuição de gás e requer pressurizador e tubulação especifica deixando a instalação e a manutenção, que deve ser feita uma vez por ano, mais caros.
O chuveiro a gás também necessita de um maior tempo para o aquecimento da água, consumindo em média 8,7 litros de água por minuto, bem mais que um chuveiro elétrico comum. Se tudo for instalado corretamente, inclusive com o mecanismo que interrompe o fornecimento de gás, não haverá riscos de intoxicação nem de incêndio. Os aspectos positivos englobam a durabilidade, modo automático de acionamento e maior vazão de água por minuto, permitindo um banho mais agradável e com um melhor controle da temperatura.

Chuveiro Híbrido

Uma boa solução é optar por um chuveiro híbrido, que é a junção dos diferentes sistemas de aquecimento, a gás, elétrico e solar. O modelo que combina a utilização da energia elétrica e solar consome menos água e energia, gerando menos gasto no final do mês. O chuveiro híbrido suporta uma maior vazão de água do que os outros modelos e você pode regular a temperatura facilmente.

Sustentabilidade

Existem algumas atitudes que podem fazer você economizar mais água, energia e dinheiro na hora de tomar banho. Sem contar que, desta forma, você está contribuindo com a manutenção dos recursos naturais do planeta. Por exemplo, ao diminuir o tempo de 15 para 5 minutos, você economiza 90 litros de água. Desligue o chuveiro nos dias de muito calor e tome um banho refrescante. Ao se ensaboar, desligue o chuveiro para evitar o desperdiço de água.

Estante de madeira Sarin Gaam seu estilo de banheiro gabinete versa

Luz natural no banheiro

Hoje em dia, os projetos arquitetônicos tem priorizado a iluminação natural nos ambiente internos da casa. Já que diversas pesquisas confirmam o beneficio da exposição diária a luz solar. Além disso, a luz natural é um benefício que pode ser utilizado sem moderação no banheiro, para economizar energia elétrica e deixar o ambiente mais aconchegante e vivo.

A técnica se resume a basicamente utilizar a luz do sol para iluminar os ambientes internos, aproveitando ao máximo as condições naturais na região.

Saúde

É comprovado cientificamente que o ser humano precisa de doses diárias moderadas de sol. Quando o corpo está em contato com a luz solar, ele produz vitamina D, que auxilia na absorção do cálcio, no fortalecimento dos ossos, na melhoria nos níveis de melatonina e cortisol. Além disso, ajuda na liberação de serotonina, hormônio responsável pelo bem-estar. Dessa forma, uma pessoa que possui um contato maior com a iluminação natural, seja em casa ou no trabalho, tende a realizar com mais vigor as tarefas do dia a dia e a ter menos estresse e menos cansaço.

Eficiência energética

Se comparados com a iluminação artificial, os valores de iluminação da luz natural são bem mais elevados. Isso significa que a eficiência energética da luz solar é superior e, quando é utilizada da maneira adequada, pode iluminar com eficiência, por várias horas ao longo do dia. Como resultado, há a redução do consumo de energia elétrica e, consequentemente, a diminuição do impacto negativo gerado na natureza, bem como dos gastos associados com a energia.

Gaam seu estilo de banheiro luz natural benefícios

No banheiro

Normalmente, o primeiro lugar aonde costumamos ir ao acordar, é o banheiro. Lá também relaxamos o corpo após um dia de cansativo. Por isso, ter um banheiro confortável e relaxante é essencial. A luz natural é um benefício que deve ser utilizado sem moderação no banheiro. Assim podemos garantir um ambiente arejado, livre de mofo, bolor e insetos. Além disso, proporcionamos um ambiente mais vivo ao banheiro. A luz natural beneficia o espaço para a decoração com plantas, por exemplo, além de ser uma ótima forma de reforçar a luz durante as tarefas de higiene diária. A luz natural é uma excelente opção e deve ser sempre considerada, podendo até ser alcançada com claraboias, tijolinhos de vidro e janelas que mantenham a privacidade.
Para saber como melhorar a iluminação do seu banheiro, leia também o nosso post anterior.

É muito importante deixar as janelas e portas de vidro sempre limpas, para que a poeira não bloqueie a entrada de luz no ambiente. 

vaso sanitário e barras de apoio para banheiro para idoos

Banheiro para idosos

Úmido e escorregadio, o banheiro é comumente conhecido como um lugar de acidentes corriqueiros, principalmente entre a terceira idade. Eles não apenas possuem maiores limitações de visão e equilíbrio como, nessa idade, uma queda pode levar mais facilmente a fraturas e outros ferimentos. Portanto algumas adaptações são necessárias para a segura utilização do banheiro nessa faixa etária. Diversos fatores, além do visual do banheiro, devem ser levados em consideração na hora de projetar o ambiente.

Barras de apoio

As barras de apoio são essenciais em banheiros para a terceira idade. Elas devem ser fixadas próximas ao vaso sanitário, pia e área de banho, em uma altura entre 1,10 e 1,30 metros, para que o idoso possa se apoiar para levantar e se movimentar. Se possível, e se o banheiro for bastante amplo, coloque também em paredes vazias que levam a esses pontos do banheiro.

Pia e torneira

Por uma questão de segurança, recomenda-se que a pia seja fixada 10 centímetros acima da altura-padrão (de 85cm). Para a torneira, prefira os modelos com sensor eletrônico ou do tipo alavanca, pois são mais fáceis de manipular do que as peças esféricas.

Box

O box não apenas permite a instalação de barras de apoio como também de banquinhos especiais, dobráveis, que permitem o banho sentado. Considere, também, colocar um chuveirinho, além do chuveiro tradicional. Em alguns casos ele pode facilitar o banho.
É importante que o box não tenha porta de vidro, pois isso facilita a circulação de um cuidador e evita acidentes que envolva cacos.
Evite banheiras, já que elas costumam ter um formato arredondado, dando chance ao desequilíbrio, e são feitas de louça, material bastante escorregadio.

banheiro com barras e acento para idosos

Tapetes


Por mais que ajudem a manter o piso seco, tapetes de banheiro podem acabar provocando acidentes, já que podem dobrar, enrolar e enroscar nos pés da pessoa. O ideal é emborrachar o piso do box, do acesso ao box e em frente à pia.

Iluminação

É necessário que o idoso consiga enxergar bem o banheiro para evitar acidentes. Por isso providencie uma iluminação central bem clara do cômodo com pontos extras de luz sobre a pia e dentro do box. Os revestimentos claros e polidos na parede também auxiliam a expandir a luminosidade no ambiente.

Lembre-se de colocar uma campainha ou um interfone no banheiro para o caso do idoso precisar sinalizar algum problema. Certifique-se de que o dispositivo seja bem acessível e que o idoso saiba operá-lo sem problemas.
Testifique-se também de que a porta do banheiro seja de fácil abertura e permita a passagem com tranquilidade. As maçanetas devem ter o mesmo sistema de fechamento tanto no lado de dentro, quanto no de fora da porta. Trancas, trincos e chaves devem ser retirados.

A aromaterapia para seu banheiro

A aromaterapia é a arte de usar a essência de plantas como terapia, para equilibrar, harmonizar e relaxar o corpo e a mente. O nariz é uma espécie de porta para o cérebro, quando sente um aroma, envia informações para o bulbo-olfatório, que as transmite ao sistema límbico, responsável por emoções e comportamentos. Assim que chega a esse local, o cheiro começa a agir.
Pode ser aplicada em diversos cômodos da casa, e especialmente no banheiro, onde sua utilização pode se dar de diversas formas, como no ar, no banho ou mesmo em toalhas e panos de limpeza.

Essências e seus benefícios

Contra insônia: laranja-doce, manjerona e lavanda.
Calmantes: camomila, jasmim, lavanda, citronela, palmarosa, bergamota, tangerina e pau rosa.
Energizantes: pimenta negra, gengibre, alecrim, café torrado, cardamomo, cravo, canela e hortelã-pimenta.
Afrodisíacos: patchouli, rosa, ylang-ylang, jasmim, gerânio, cardamomo, gengibre e sândalo.
Antidepressivos: gerânio, petitgrain, tangerina, tomilho, bergamota, olíbano, sálvia, esclareia e rosa.
Digestivos: anis-estrelado, funcho-doce, hortelã-pimenta, laranja-doce, menta, limão-siciliano.
Respiratórios: cipestre, eucalipto glóbulos, hortelã pimenta, tea tree e hortelã.

No banho

Depois de escolher o seu óleo essencial, você pode pingar uma gota do óleo em cada parede ou no chão do chuveiro. Assim, com o calor da água do banho, ele vai evaporar e envolver o ambiente com o aroma.
Se você usar a banheira, basta colocar de 6 a 7 gotas em uma colher com álcool de cereais, você também pode usar leite ou mel, e jogar a mistura na água para diluir. Não é indicado pingar o óleo direto na pele, pois ele pode queima-la.

Escalda-pés

Para fazer um escalda-pés você pode pingar de 10 a 15 gotas de essência em uma colher de óleo vegetal e adicionar em um recipiente com água morna, o suficiente para cobrir os pés.

Máscara de argila

Pegue a máscara de argila de sua preferência e pingue uma gota de essência de gerânio em 2 colheres de argila. Ajuda a regenerar a pele e atenuar rugas. Aplique-a no rosto e cubra com uma toalhinha morna para potencializar o efeito. Fique de 10 a 15 minutos e depois enxágue.

No banheiro

Quem não adora aquele cheirinho de limpeza no banheiro?! Os óleos essenciais que proporcionam este cheiro e ainda são bactericidas e fungicidas, limpando o ambiente são: limão, pinho, cipreste, eucalipto, hortelã e tea tree.
Você pode espirra-lo no banheiro como um aromatizador. Para produzi-lo, coloque 30ml de álcool de cereais em um recipiente de spray e pingue de 6 a 7 gotas da sua essência preferida. Depois, basta dar 4 ou 5 borrifadas.
Outra dica é colocar algumas gotas do óleo em uma bola de algodão e inseri-la dentro do rolo de papel higiênico. Ao rolar o papel, o aroma irá espalhar pelo ambiente.
Para limpar o piso e deixá-lo aromatizado, você pode colocar água e um pouco de álcool em um balde e acrescentar gotas dos óleos. Molhe um pano, torça e passe no chão com a ajuda de um rodo. Seu banheiro irá ficar perfumado e livre das bactérias.

Lembre-se de utilizar óleos essenciais puros ao invés dos sintéticos, pois os puros são produtos naturais, extraídos diretamente da planta de sua origem, raramente causam dor de cabeça ou atacam uma rinite alérgica. Já os sintéticos são produzidos apenas para imitar um aroma natural e não possuem nenhum valor terapêutico.