Como evitar o mofo no banheiro

Como impermeabilizar o banheiro

Impermeabilizar o banheiro é essencial para garantir a higiene, conforto e saúde dos usuários. Ao longo da reforma ou construção, a impermeabilização exige um certo investimento. Porém, se malfeita ou realizada de forma incorreta, a correção dos problemas gerados pelas infiltrações que surgirão será mais estressante e custosa.

Danos

Sendo o banheiro uma área molhada que recebe água diretamente no piso e na parede e estando sempre a contato com o vapor, a falta de uma correta impermeabilização pode causar diversos danos em pouco tempo. Entre os danos mais comuns podemos citar a infiltração nas paredes, podendo atingir outros cômodos próximos ou abaixo do banheiro, desprendimento das placas de revestimento e formação de bolhas na pintura.

Na estrutura

O processo de impermeabilização deve começar na estrutura da casa, por isso é bom ter um projeto detalhado e adequado para cada ambiente. Pode parecer caro, porém a solução proposta pode compensar evitando danos futuros. Assim todos os pontos críticos, tais como ralos e quinas formadas entre as paredes e piso, receberão os reforços necessários. Além disso, você terá um responsável técnico que na ocorrência de problemas te dará toda a assistência.

Como impermeabilizar o banheiro

Pontos crítico

Conforme comentado acima, existem alguns pontos críticos que necessitam de maior cuidado. O ralo é um desses pontos que deve ser levado em consideração, pois deve ser instalado abaixo do nível do piso acabado, para evitar empoçamentos, e vedado com argamassa polimérica.
O caimento do piso também deve ser levado em consideração. O ideal é fazer um desnível entre os cantos da parede na direção do ralo, para favorecer o escoamento da água.

Rejunte

A escolha do rejunte deve ser assertiva. Existem diversos tipos que desempenharão a mesma função de dilatação e vedação dos espaços entre as peças do revestimento, mas não são todos iguais quanto a durabilidade. O rejunte cimentíceo, por exemplo, além de ter uma aparência mais áspera, é muito mais degradável que o rejunte acrílico ou epóxi. Dessa forma, é preciso ficar de olho na sua manutenção para evitar que falhas pontuais permitam infiltrações.  

Como impermeabilizar o banheiro

Revestimento

A baixa porosidade do porcelanato pode trazer a sensação de que ele é intransponível á ação da água. Mas não é bem assim, quando saturado a umidade chega do outro lado.
Por isso, antes de aplicar o revestimento deve ser feito contrapiso com aditivos impermeabilizantes associados á aplicação de impermeabilizante. E para que o sistema de impermeabilização funcione corretamente e promova a proteção necessária, é preciso aplicá-lo nas paredes até pelo menos a altura de 1m, e no box 1,60m. Ao redor das banheiras a impermeabilização precisa ultrapassar a borda em pelo menos 50cm.
Caso se opte por usar tinta no banheiro, é necessário que seja de tipo epóxi, pois isso evita que mofe com a umidade e que mantenha a aparência de nova por mais tempo.

Furos

É sempre bom ter uma prateleira ou um gancho para facilitar o dia a dia. Mas evite fazer furos no banheiro após a instalação do revestimento. Eles são uma porta de entrada para a umidade.
Tente prever antecipadamente as necessidades e opte por nichos embutidos na alvenaria. Eles são uma ótima alternativa e o vão aberto para sua instalação pode passar pelo mesmo processo de impermeabilização.

Fábrica de pias e cubas exclusivas para seus gabinetes, proporcionando aos clientes peças exclusivas, funcionalidade, praticidade, higiene, tecnologia e design avançado.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *