Escolhendo a torneira ideal

Produzidas em diversos modelos e materiais, é um item muito importante no dia a dia e na decoração do seu ambiente. Por isso é necessário uma analise completa antes da escolha da sua torneira.

Além de decidir o melhor local para a instalação, na bancada, na parede ou até mesmo no piso ou no teto, é necessário decidir se optar por uma torneira apenas de água fria ou também de água quente.

Tipos de torneira

As torneiras de mesa ou de bancada são as mais tradicionais e utilizadas no mercado. Essas torneiras são instaladas diretamente no seu móvel ou na cuba, quando o modelo disponibiliza de mesa.
Além de o custo ser mais baixo comparando a outros tipos de torneiras, apresentam diversos modelos que variam na altura e no formato. Assim fica mais fácil escolher uma torneira que combine com o estilo do ambiente.

As torneiras instaladas na parede são muito utilizadas em pias que apresentam maior altura. São uma boa opção para banheiros pequenos, pois otimizam o espaço da bancada. É necessário porem, verificar se o encanamento já está preparado para este tipo de instalação.

As torneiras de piso e de teto ganham espaço em projetos que buscam ousadia, soluções mais criativas e design diferenciado. A utilização desses tipos de torneiras também exige instalação hidráulica mais específica e são menos recomendadas para banheiros de uso cotidiano.

Tradicional, misturador ou monocomando

A torneira tradicional é a mais convencional, pois possui um só registro que realiza o controle da saída apenas de água fria.
Já o misturador e o monocomando permitem a saída de água fria e quente. A diferença entre os dois é que o misturador apresenta dois registros, um para a água fria e um para a água quente, enquanto que o monocomando conta apenas com uma alavanca para as duas temperaturas.

Dimensões da torneira

Para a escolha da altura da torneira, é bom ter em mente que é necessário manter uma distância adequada e confortável entre a torneira e a cuba para evitar respingos e o desconforto físico. Portanto, para ter um espaço suficientemente confortável para as mãos, sugerimos que tenha uma distância de 10 a 15cm entre o bocal da torneira e a borda superior da cuba. Já para evitar respingos, a saída de água deve ser direcionada para o ralo, respeitando-se a distância de até 4cm do mesmo.

Tenha em mente que torneiras de bica alta são indicadas para cubas com maior altura, como por exemplo as cubas de apoio. Já as torneiras de bica baixa são recomendadas para cubas mais baixas, como as de embutir, de sobrepor ou de semiencaixe.

Material

No mercado encontramos torneiras de metal ou plástico ABS. No caso do metal, o miolo pode ser feito de latão, liga de cobre, liga de zinco ou aço inoxidável, sendo o latão o mais resistente à corrosão. O acabamento externo mais comum, e também o mais resistente ao desgaste, é o cromado.
O ABS é também chamado de plástico de engenharia e apresenta cor branca, podendo receber pintura metalizada. As torneiras em ABS costumam apresentar menor custo em relação às de metal, porém são menos resistentes.

Além dos critérios funcionais, a escolha da torneira também deve levar em consideração a linguagem geral do banheiro. Dê preferência aos modelos funcionais que combinam com o estilo desejado na decoração do ambiente. Lembre também que existem torneiras sustentáveis, que reduzem o consumo de água. Temporizador, sensor de movimento ou até um arejador que fica na ponta da torneira e adiciona ar ao jato, diminuindo o volume do líquido em até 50%, mas garante a saída de água suficiente para o uso.

Fábrica de pias e cubas exclusivas para seus gabinetes, proporcionando aos clientes peças exclusivas, funcionalidade, praticidade, higiene, tecnologia e design avançado.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *